quinta-feira, 27 de junho de 2013

- me enchendo de tédio

Eu não quero saber Você vai desdenhar E vai sofrer Você vai me destruir Como uma faca cortando as etapas Furando ao redor Me indignando, me enchendo de tédio Roubando o meu ar Me deixa só e depois não consegue Não me satisfaz... -Pensando em te matar DE AMOR ou de dor, eu te espero CALADA! Beijos, Camila Ribeiro.