quarta-feira, 30 de junho de 2010

A tal da Camila Ribeiro

18 Anos de muita vida.
Os dias se passam e cada vez mais eu vjo que estou numa fase de amizade, amizade comigo mesma , amizade com alguem que acredito nunca ter parado pra escutar e tentar entender , tenta-se entender o mundo todo mas nunca nós mesmos nao é verdade? nessa fase eh como se eu descobrisse as barreiras entre o que penso que sou e o que eu sou de fato , é como se vc percebesse que passou grande parte dos dias se importando com os outros e deixando de fazer coisas que se gosta somente pelo fato de "nao ficar bem" , e viver assim se auto-limitando livre no mundo mas ao mesmo tempo nas mais terriveis prisões imaginárias . É... mas a gente cresce e passa a observar as coisas por um outro angulo , passamos a ver mto mais da paisagem vista pela janela do nosso quarto , notamos que muita gente está ao seu lado mas ao mesmo tempo nem se importa com você , muita gente te trata bem mas nao fica feliz por sua felicidade , ao mesmo tempo que outras que vc nao notava eram puras de coração , acima de tudo isso... independente de tudo temos que caminhar todos os dias pela estrada da nossa vida, acordaremos de manha sabemos que iremos encontrar pedras, penhascos e lobos , mas tbm sabemos que durante o percurso terá flores, passaros e vida ... uma das melhores companhias possivel é nós mesmos , ninguem nos conhece tão bem quanto nós .
Da nossa janela vemos mtas paisagem , mas da janela do fundo do nosso olhar temos simplesmente nós por nós mesmos , nem magia , nem materialismo , apenas nós , unicos e especiais , cada janela tem a sua história , seus vendavais , suas cortinas limpas ou sujas mergulhadas na iris do sonho . Eu por eu mesma um caso de amor e de vivencia , uma amizade especial por toda vida.
Beijos,

Camila Ribeiro